(65) 3615-5221
Menu

Nossos Serviços

Corpo Clínico

Guia Paciente

Convênios

Radioterapia

Ouvidoria

Onde Estamos

Notícias

Inca estima 8 mil novos casos de câncer em Mato Grosso

Publicado por Assessoria em 04/04/2018 às 17:10

Cerca de 8 mil famílias mato-grossense serão marcadas neste ano por novos casos de câncer. A projeção do Instituto Nacional do Câncer (Inca) não é sentença absoluta, mas nos lembra que cuidar da saúde é algo fundamental. Lembrete que se reafirma nesta semana com a chegada do Dia Mundial da Saúde, no dia 7 de abril, e do Dia Mundial de Combate e luta contra o Câncer, celebrado em 8 de abril.
 
Dentre os tipos de câncer (neoplasias) que terão mais incidência no Estado, conforme a projeção divulgada pelo Inca, o primeiro é o câncer de pele não melanoma, com 2.770 casos em Mato Grosso estimados para o ano de 2018. O câncer de próstata desponta na sequência, com 1.080 casos, ao passo que o de mama deverá registrar 680 novos casos este ano. O rol de neoplasias também aponta para: cólon e reto (400 casos), pulmão (390), estômago (270), colo do útero (340), cavidade oral (190), sistema nervoso central (160), leucemias (130) e esôfago (150).
 
Prevenção - Conforme o Inca, o câncer de mama pode ser detectado em fases iniciais, fazendo aumentar as chances de tratamento e cura. Assim, as mulheres devem ficar atentas a qualquer alteração suspeita na mama durante a autopalpação no banho ou em outra situação rotineira. A detecção precoce do câncer de mama pode também ser feita pela mamografia. Segundo especialistas, o câncer de próstata é o segundo tipo de câncer que mais afeta os homens.  O preconceito em relação aos exames ainda é  a pior opção. Exame de toque retal é imprescindível para o diagnóstico precoce da doença. O Inca diz que a idade é um fator de risco importante para o câncer de próstata, uma vez que tanto a incidência como a mortalidade aumentam significativamente após os 50 anos.
 
Outro aliado é o exame Papanicolau, que detecta precocemente câncer de colo do útero.  Pelo procedimento é possível diagnosticar precocemente a presença do vírus HPV. O combate ao tabagismo também previne para incidência de vários tipos de câncer, como cavidade oral, laringe, faringe, esôfago, estômago, pâncreas, fígado, rim, bexiga, colo do útero e leucemias). 
O câncer colorretal pode ser prevenido por meio de uma dieta rica em fibras, composta de alimentos como frutas, verduras, legumes, cereais integrais, grãos e sementes, além da prática de atividade física regular.  Câncer colorretal pode ser detectados precocemente através de dois exames principais: pesquisa de sangue oculto nas fezes e endoscopias (colonoscopia ou retossigmoidoscopias).
 
Vale reforçar que o diagnóstico precoce é aliado para a diminuição no número de mortes por câncer no Brasil. Diante disso, a orientação é que a população faça exames regularmente, visitando o médico de confiança, mesmo sem que haja algum sinal ou sintoma. Mas se surgirem, esteja ainda mais alerta para hematomas, sangramentos, caroços, inchaço abdominal, dores de cabeça fora do comum, dor óssea e sinais de infecção. Fonte: Inca.
(65) 3615-5221
e-box - Sitevip InternetSitevip Internet